Grupo de Caminhas Guiadas

Caros moradores, confiram informações sobre grupo de caminhadas voltado para crianças e idosos:

Dia 18/10 de 10:00 às 13:00: CAMINHADAS GUIADAS – em grupos de até 10 pessoas usando máscaras – pelo circuito da TRILHA TRANSCARIOCA no PARQUE DA CIDADE. É um circuito tranquilo, adequado a crianças e idosos [opção de circuito reduzido para caminhantes com dificuldade de locomoção]

Inscrição pelo e-mail: [email protected]

O palacete principal do Museu Histórico da Cidade e a Capela de São João Batista estarão abertos para visitação em grupos pequenos só nesse domingo. O café do museu ainda não foi liberado para voltar a funcionar, mas se o grupo quiser, podemos improvisar um piquenique com bebidas geladas. Às 13:00 os voluntários da Trilha Transcarioca vão plantar muda no Parque da Cidade.

Aos Candidatos à Prefeito do Rio de Janeiro

A Amagávea, representante dos moradores da Gávea, em protesto contra a autorização dada pela Prefeitura para construção de mais uma escola na Major Rubens Vaz 441, vem buscar o compromisso dos candidatos a Prefeito, para que seja reavaliado o processo de licenciamento, elaborado sem a anuência dos moradores manifestado em abaixo assinado.

No processo de licenciamento da obra, a VI Região Administrativa da Gávea emitiu parecer contrário à instalação da referida escola, permitindo apenas reforma residencial, por reconhecer como caótico o trânsito na Major Rubens Vaz e arredores, devido à existência de 3 escolas particulares, quartel do Corpo de Bombeiros e Delegacia de Polícia, além de 2 escolas Públicas na Praça Santos Dumont, que já sofrem atualmente com a dificuldade de acesso, além de atentar para artigo 436 da lei Orgânica do Município que defende o direito de vizinhança.

A posterior alteração da licença para uso comercial, soa como incoerente, pois teve como base laudo de trânsito realizado em janeiro, mês de férias escolares, que não reflete o caos viário dos outros meses do ano quando todas as escolas da rua estão em funcionamento. Estranhamos ainda, o fato de nossos pedidos de reunião não terem sido atendidos tanto na Secretaria de Urbanismo como na CET-RIO.

Acreditando que nossa demanda será avaliada, na certeza que o nosso movimento é democrático que prioriza a transparência, a lisura e o direito de sermos ouvidos. Fazemos votos para que a nova Administração estimule os segmentos representativos, bem como a participação popular.

Atenciosamente,
Rene Hasenclever, Presidente da Amagávea

Matéria sobre a Estação de Metrô da Gávea com participação do presidente da Amagávea

Caros moradores,

Confiram matéria no Jornal Folha de São Paulo sobre a Estação de Metrô da Gávea, com participação do presidente da Amagávea, Rene Hasenclever:

“O medo é que essas estruturas se rompam e provoquem o colapso de edifícios próximos, incluindo os da PUC-Rio, colados no canteiro de obras. “Há rachaduras em dois laboratórios da universidade, não podemos esperar acontecer o pior”, diz René Hasenclever, presidente da associação de moradores da Gávea.”