55º Vídeo-concerto Música Clássica nas Estrelas

Logo Concerto copy

Sábado, 26 de Novembro, às 16:00h

AO VIVO COM A PIANISTA  LICIA LUCAS – GRÁTIS

flyer-concerto-26-11-copyInaugurando o piano de concerto do Planetário e encerrando a celebração de seu aniversário Este concerto, com entrada gratuita, será ao vivo (excepcionalmente fora do formato habitual de Vídeo- Concerto) com a renomada e internacionalmente premiada pianista LiciaLucas. O programa constará de composições de Villa-Lobos, Gottschalk, Schuman-Liszt, Debussy e Cimarosa.

Não adquira ingresso na Bilheteria; entre diretamente no prédio e proceda à entrada do Auditório, no 2º piso (a Recepção estará à disposição para orientar os que não conhecem o Planetário), onde representante da AMAGÁVEA estará, pelo menos meia hora antes do Concerto, organizando a lista de entrada.

Estamos às ordens para fazer uma reserva em seu nome: por favor, mande um EM para [email protected] (assunto: Concerto de 26.11 no Planetário) ou se comunique com Nelson de Franco nos fones 2274-9972 ou 99676-3040. Se V., por acaso, esquecer de fazer a reserva, não deixe de comparecer por essa razão, pois o Auditório com suas 110 cadeiras tem capacidade suficiente para acomodar confortavelmente a plateia esperada para esse concerto.

O estacionamento do Planetário é gratuito e estará disponível dentro de sua capacidade limitada. Os estacionamentos do Trade Center e do Shopping da Gávea, na Rua Marquês de São Vicente, são boas opções. Não obstante, a área é servida por farto transporte público.

Eis o programa detalhado:

1. DOMENICO CIMAROSA (1749-1801), 4:00
1.1 SONATA LÁ MENOR, 1:30

1.2 SONATA SI BEMOL MAIOR, 2:30

2. HEITOR VILLA-LOBOS (1887-1959), 19:30
2.1 IMPRESSÕES SERESTEIRAS, 1936, 8:00

2.2 QUATRO CIRANDAS, 1926, 11:30:
I) Nº 1: THEREZINHA DE JESUS, 2:30;
II) Nº 15: QUE LINDOS OLHOS, 5:00;
III) Nº 4: O CRAVO BRIGOU COM A ROSA, 2:00;
IV) Nº 10: O PINTOR DE CANNAHY, 2:00.

3. ROBERT SCHUMANN (1810-1856), WIDMUNG (DEDICAÇÃO), OPUS 25, Nº 1, ARRANJO PARA PIANO DE FRANZ LISZT (1811-1886), S.566, 1848, 4:30

4. CLAUDE DEBUSSY (1862-1918), L’ISLE JOYEUSE, 1904, 14:00

5. LOUIS MOREAU GOTTSCHALK (1829-1869), GRANDE FANTASIA TRIUNFAL SOBRE O HINO NACIONAL BRASILEIRO, 1869, 10:30

Sobre Licia Lucas:

“Licia Lucas nasceu no Brasil em Itu, Estado de São Paulo. Começou os estudos de piano em família com a professora Nayl Cavalcante Lucas, diplomando-se posteriormente na Escola Nacional de Música na classe da professora Neida Cavalcante Montarroyos. Dotada de uma sólida formação pianística e artística obtida em prestigiosos conservatórios europeus, especializou-se no Brasil com Homero de Magalhães, discípulo de Alfred Cortot, e na Itália com Vincenzo Vitale no Conservatório de Santa Cecília de Roma. Sua educação musical foi aperfeiçoada com Bruno Seidhofer e Hans Graf da escola vienense.

Conquistou o Primeiro Lugar no Concurso para Solistas da Orquestra Sinfônica Brasileira e na Itália a Medalha de Ouro no concurso Internacional Viotti de Vercelli, sendo a mais jovem entre todos os concorrentes, concedida pelo presidente do júri o pianista Arturo Benedetti Michelangeli. Desde então tem-se apresentado com grande sucesso como recitalista e solista de mais de 50 orquestras sinfônicas de Europa, Estados Unidos e América Latina.
Entre suas gravações destacam-se as realizadas na Rússia com a Filarmônica de São Petersburgo, com a Orquestra da Sociedade Filarmônica de Moscou, com a Filarmônica de Turim na Itália e nos Estados Unidos com a Arpeggione Kammerorchester da Áustria; os CDs gravados para o selo L’ART: Il Barocco e os 24 Prelúdios de Chopin; o CD Licia Lucas in Italy gravado na Itália no Fazioli Concert Hall e o CD Licia Lucas in Russia gravado com a Orquestra Sinfônica da Rádio&TV de Moscou com o Concerto Nº2 e a Rapsódia sobre um Tema de Paganini de Rachmaninoff. Foi aclamada na Argentina como docente e recitalista no Encontro de Piano Mercosul em Bariloche e em Buenos Aires no Museu de Arte Hispanoamericana. Em 2015 recebeu a Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes e o Grau de Comendadora da Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino. Em Portugal foi aclamada na Sala dos Espelhos do Palácio Foz de Lisboa e na Biblioteca Joanina da Universidade de Coimbra no 725º aniversário de sua fundação e na Sala de Concertos da Embaixada do Brasil em Berlim.

No Brasil é membro titular da Academia Nacional de Música e membro do Comité d’Honneur da Fundação João de Souza Lima, e na França é membro do Comité d’Honneur da Fundação Franz Liszt. O livro A Genealogia do Piano de sua autoria com Marne Serrano tem conquistado a admiração no Brasil e no exterior.

Sites: www.licialucas.com  www.pianogenealogy.com

O concerto dura cerca de duas horas, incluindo a contextualização das obras pela recitalista.

Atenciosamente,

Diretoria Amagávea