Assuntos Discutidos: Fiscalização

Reportagem sobre Alunos na Calçada com o Presidente da Amagávea

06 jul 17

“Segundo René Hasenclever, presidente da Amagávea, o problema é visto como crônico e segue sem solução.

— Houve o caso do rapaz atropelado este ano e é questão de tempo até ter outra vítima. É uma morte anunciada. Os jovens ficam em pé. Às vezes são 30, 40 deles fazendo uma barreira humana que impede o morador de passar. Basta um desequilíbrio para alguém acabar atropelado. Falta respeito e educação às pessoas, é complicado — queixa-se Hasenclever.

Ainda segundo o presidente da Amagávea, o problema só melhora quando agentes da Guarda Municipal fazem patrulhamento no local.

— É complicado porque há poucos guardas e eles não podem estar sempre aqui. O problema existe em outras partes da cidade. Enquanto isso, esses jovens se arriscam e colocam a vida de outros em perigo. Nós não podemos fazer nada — diz Hasenclever.”

A matéria completa pode ser conferida no site do Jornal O Globo: https://oglobo.globo.com/rio/bairros/alunos-da-puc-continuam-bebendo-na-calcada-mesmo-apos-atropelamento-de-jovem-21557285

Atenciosamente,

Diretoria Amagávea

Ações nas Ruas na Gávea – Parceria Amagávea e Superintendência Zona Sul

26 abr 17

A PREFEITURAS DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO, por meio da Superintendência da Zona Sul, em parceria com a AMAGÁVEA, estão programando ações de gestão pública na Gávea visando a manutenção das vias e calçadas, tais como poda de árvores, retirada das ervas de passarinho, tratamento das raízes que deformam as calçadas, limpeza dos bueiros, tapa buracos, entre outras.

A primeira rua a ser tratada será a Major Rubens Vaz, conforme cronograma abaixo:

  • 8 a 13 de maio: poda das árvores no lado Par e limpeza dos ralos
  • 15 a 19 de maio: corte de raízes no lado Par, revisão da iluminação em toda rua
  • 22 a 26 de maio: poda das árvores no lado Impar (com necessidade de desligamento programado da energia)
  • 29 a 31 de maio: corte de raízes no lado Impar, substituição de placas

Foram enviados comunicados aos proprietários/responsáveis pelos imóveis desta rua convocando-os a providenciar a manutenção e conservação da calçada em toda extensão da frente de sua edificação, tão importante para o conforto e principalmente pela segurança dos transeuntes. A ação dos responsáveis dos imóveis deverá ocorrer durante a 2ª quinzena de maio.

Além da Superintendência da Zona Sul e a Amagávea, estarão envolvidos: a Comlurb (poda das árvores, raízes e limpeza dos ralos), a Light (no desligamento da energia e supervisão), a Rio Luz (na revisão da Iluminação), a CET Rio (sinalização, apoio e reboque).

Solicitamos o engajamento e apoio dos moradores de modo que tenhamos sucesso e excelente resultado nesta operação.

Operações similares nas demais ruas da Gávea tais como: Rua Marques de São Vicente, Rua Professor Manoel Ferreira, Rua da Acácias e outras estão sendo planejadas e reivindicadas.

Agradecemos o apoio e divulgação das nossas ações! A Amagávea somos todos nós!

Fale conosco: [email protected]  /  Associe-se: www.amagavea.org.br  

Abraços fraternos,

Diretoria AMAGÁVEA

Rene Hasenclever

Presidente

Amagávea Informa: Evento “Gávea Bier Truck”

05 abr 17
Olá morador,

Nesta semana fomos procurados pelas responsáveis do “Gávea Bier Truck”  em relação a realização de um novo evento na Praça Santos Dumont.

Entendemos que a praça deve ser ocupada de maneira  organizada, com alegria e respeito, cada vez mais por nós, moradores.

O evento acontecerá nos dias 04, 05 e 06 de maio, com o apoio e acompanhamento da superintendência, sob a supervisão do Marcelo Maywald, que verificará questões fundamentais, como: controle de barulho, coleta adequada de lixo e demais necessidades.

Esperamos que você aproveite da melhor maneira a atração e depois nos auxilie a avaliá-la.

Um abraço,

Equipe Amagávea

Obra na Marquês de São Vicente

11 maio 16

Recentemente João Roberto Marinho adquiriu uma casa na rua Marquês de São Vicente. Há cerca de um ano, tanto ele como seus assessores se reuniram com a AMAGAVEA para comentar as obras que seriam realizadas no local, de reforma da residência.

Como a casa se situa em área de proteção ambiental, a AMAGAVEA foi informada, nessa reunião, de que um conjunto de intervenções seriam realizadas no local:

• modificação do acesso à residência, que implicaria em retirada de árvores do local, algumas nativas da região, e outras, como jaqueiras, não nativas: o as jaqueiras são fortemente invasivas, prejudicando o crescimento de espécies nativas e assim os órgão responsáveis incentivam a sua retirada

• retirada também, paulatina, de jaqueiras em outras áreas que não a do acesso à residência

• modificação da planta da casa

Essas intervenções foram objeto de entendimento e formalização pelo proprietário junto aos órgãos públicos competentes. A assessoria da obra nos informou recentemente que:

• em 11/04/2013 foi emitida licença pela Prefeitura RJ para a demolição do imóvel existente

• em 31/07/2013 foi emitida certidão de aceitação da demolição (Prefeitura RJ)

• em 27/11/2014 foi emitida licença de obras emitida pela Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) com parecer favorável do IPHAN, SMAC e GEO RIO, porém com restrição de início de obra condicionada a apresentação da Licença Municipal de Instalação (LMI) a ser emitida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC).

• em 08/04/2015 foi emitido pelos ICMBio, Instituto Chico Mendes, Parque Nacional da Tijuca, Ministério do Meio Ambiente, parecer favorável a edificação uni familiar, porém com a exigência de elaboração de projeto de substituição de espécies exóticas existentes (basicamente jaqueiras), por nativas da Mata Atlântica dentro da área total do terreno. A implantação deste projeto deverá ser iniciada em até 1 ano após a conclusão das obras.

• em 19/05/2015 foi emitida Licença Ambiental Municipal de Instalação (LMI) emitida pela SMAC, com validade até 19/05/2019

• a obra tem seu término previsto para o segundo semestre de 2017

• o novo acesso à residência já foi executado

• as árvores que faltam ser retiradas no local praticamente não são nativas

• parte do acesso original do piso em concreto será removida e nesse trecho a floresta recuperada com espécies da mata atlântica

Veja a notícia completa

Reclamações em Relação ao Supermercado Zona Sul da Gávea

10 fev 16

Prezados moradores,

Já é de conhecimento entre os moradores da Gávea que o supermercado Zona Sul da Gávea, não obstante os altos preços cobrados, não tem oferecido um serviço com um nível de qualidade esperado.

Entre as várias reclamações apontadas, temos a apresentação dos produtos, principalmente legumes, verduras e frutas, que se encontram sempre em estado lamentável. No final da tarde a situação se torna ainda mais crítica, dado que não há reposição de produtos.

Alguns dias atrás foi relatado por um morador do bairro outro absurdo de grande gravidade. Segundo ele, a gerência da loja da Gávea permitiu a venda de cerveja a hordas de ambulantes que, sem respeitar os demais clientes, causaram um tumulto sem precedentes dentro da loja, sem respeitar idosos e demais clientes, empurrando quem quer que fosse na disputa de um fardo de cerveja, que foi fartamente oferecido a venda. Tudo isto assistido com a mais absurda complacência da gerencia da loja, numa atitude do maior desrespeito aos clientes que ali estão durante o ano todo, pagando o preço, nada competitivo, pelas mercadorias oferecidas pelo mercado. Ficou clara a imagem do “lucro a qualquer preço”.

Dada a falta de concorrência na região, resta ao moradores da Gávea apenas enviar reclamações desses ocorridos para empresa, esperando que a mesma se sensibilize e passe a atuar de forma mais adequada. A Amagávea já enviou reclamações à direção do supermercado, assim como a Fortunado e Pietrangelo, diretores do grupo, porém até o momento só recebemos respostas vazias e falta de ações efetivas.

Caso também se sintam revoltados com essa situação, por favor não deixem de enviar emails para o SAC da rede, [email protected], e encaminhar denuncias para a Amagávea através do endereço [email protected].

Agradecemos a participação de todos e sabemos que apenas juntos podemos lutar por um bairro melhor em diversos aspectos.

Atenciosamente,

Diretoria Amagávea