62º Concerto de Música Clássica

62º CONCERTO DE MÚSICA CLÁSSICA:  3 DE JUNHO, SÁBADO, 16:00 NO PLANETÁRIO

(Auditório: Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea, fone 2088-0536)

AO VIVO COM A ORQUESTRA DE CÂMARA DA PROVIDÊNCIA – GRÁTIS

MAESTRO ANDERSON ALVES – MEZZO-SOPRANO NOELI MELLO

Este concerto, com entrada gratuita, será ao vivo (excepcionalmente fora do formato habitual de Vídeo-Concerto) com a Orquestra de Câmara da Providência, com regência do Maestro Anderson Alves e participação da mezzo-soprano Noeli Mello, que executará o programa Viagem pelo Mundo com obras de Vivaldi (Itália), Holst (Inglaterra), Gershwin (Estados Unidos), Bizet (França), Piazzolla (Argentina) e dos brasileiros Villa-Lobos, Luiz Gonzaga e Ernst Mahle.

A entrada é franca, mas garanta sua reserva enviando um EM para [email protected] (Assunto: Concerto do dia 3 de junho) até o dia 2 de junho e retire seu ingresso na Recepção até meia hora antes do concerto, após o que as reservas serão abertas. A lista de entrada para os que não fizerem reserva será organizada na Recepção 45 minutos antes do início do evento até completar a lotação do Auditório (120 lugares).

O estacionamento do Planetário é gratuito e estará disponível dentro de sua capacidade limitada. Os estacionamentos do Trade Center e do Shopping da Gávea, na Rua Marquês de São Vicente, são boas opções. Não obstante, a área é servida por farto transporte público.

O concerto dura cerca de hora emeia, incluindo a contextualização das obras pelo Maestro. Um ótimo Concerto é o que lhes deseja a direção do Planetário do Rio de Janeiro, da AMAGÁVEA, da AMAJB, da Sociedade Musical Bachiana Brasileira e da AAJB, através de seu Conselheiro Nelson de Franco.

Eis o programa detalhado:

Duração Musical: 51’

1. ITÁLIA: Antonio Vivaldi (1678-1741)
1.1 Concerto para Cordas em Sol maior, Alla Rustica, RV 151, ca. 1725-1730, 6’
i) Presto; ii) Adagio; iii) Allegro
1.2 Concerto em Lá menor para violino (1º movimento, Allegro), RV 356, Opus 3, Nº 6, L’estro Armonico, 1711, 3’
Solista: Adriel Kelcio

2. FRANÇA: Georges Bizet (1838-1875), Habanera da Ópera Carmen, 1875, 5’
Solista: Noeli Melo, mezzo-soprano

3. INGLATERRA: Gustav Holst (1874-1934), St. Paul’s Suíte, Opus 29, Nº 2, 1913, 15’
i) Jig; ii) Ostinato; iii) Intermezzo; iv) Finale

4. ARGENTINA: Astor Piazzolla (1921-1992), Melodia em Lá, 4’

5. ESTADOS UNIDOS: George Gershwin (1898-1937), I Got Plenty O’ Nuttin’ da ópera Porgy and Bess, 1935, Arranjo Anderson Alves, 3’.

6. BRASIL:
6.1 Heitor Villa-Lobos (1887-1959), Melodia Sentimental da Suíte Floresta do Amazonas, poema de Dora Vasconcellos (1910-1973), 1957, 4’.
Solista: Noeli Melo, mezzo-soprano
6.2 Luiz Gonzaga (1912-1989), Asa Branca, Arranjo M.Rangel, 1947, 2’.
6.3 Ernst Mahle (1929), Suíte Viajando pelo Brasil, 1997, 9’
i) Eu Não Vim para Ficar (Maranhão; ii) São João Dararão (Piauí); iii) Menino Vá Dormir; (Sergipe); iv) Meu Guriabá (Alagoas); v) Eh! Morena (Minas Gerais); vi) Jacaré (São Paulo).

Nota: O próximo concerto da Série será no sábado 17 de junho, às 16:00, com o Duo Fantini, piano (Luciana Fantini) e viola (Bernardo Fantini).

Anderson Alves nasceu no Rio de Janeiro em 1982; além de maestro, é pianista e compositor. Atualmente é diretor musical do Circuito Cultural Zona Sul, Coordenador pedagógico do Projeto Som+Eu e Maestro da Orquestra de Câmara da Providência. Dentre as orquestras que já regeu destacam-se: Orquestra Sinfônica de Heliópolis (Instituto Baccarelli), Orquestra Sinfônica Nacional–UFF, Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e Orquestra Sinfônica de Barra Mansa. Estudou regência no Conservatório Brasileiro de Música, onde também atuou como professor substitu to de regência, pianista co-repetidor da classe de canto e regente assistente da Orquestra na mesma instituição. Em regência orquestral, aperfeiçoou-se com Isaac Karabtchevsky, Eduardo Lopes, Kirk Trevor (Inglaterra), Felipe Cattapan; Ricardo Rocha e Fabio Mechetti. Fez especialização em regência de ensembles com Eduardo Lopes (professor do conservatório de Bourdeaux, França), aperfeiçoando-se em um repertório para ensemble instrumental e voz pouco abordado no Brasil (Berio, Britten, D’Adamo, Ravel, Stravinsky).
Website: http://maestroanderso2.wix.com/maestro

Noeli Mello é mezzo soprano, formada pela UFRJ e integrante efetiva do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Como solista tem-se apresentado em destacadas salas de concerto no Brasil e no exterior, participando de Música de Câmara e Ópera. Dentre os papeis encenados, destacam-se Cenerentola (La Cenerentola de Rossini), Mercedes (Carmen de Bizet), Adalgisa (Norma de Bellini), Leonora (La Favorita de Donizetti) e Rosina (Il Barbiere di Siviglia de Rossini).

O PROJETO SOM+EU (Orquestra de Câmara da Providência) é gerido pela Associação Cultural Amigos da Providência-ACAP, organização não governamental sem fins lucrativos, fundada em 2011 com a missão de promover a melhoria da qualidade de vida de crianças e jovens vítimas de desequilíbrio social, integrando-os a um circuito de atividades de desenvolvimento artístico e cultural, como aporte a ações de educação e cidadania, potencializando meios para que avancem na vida útil e profissional. A ACAP nasceu no Morro da Providência, na Região Portuária do Rio de Janeiro. Hoje as ações do projeto estão espalhadas em quase todas as regiões da cidade e também no Município de Duque de Caxias.

Atenciosamente,

Diretoria Amagávea