4º Concerto de Música de Câmara

4º CONCERTO DE MÚSICA DE CÂMARA:  18 DE MAIO, 5ª FEIRA, 20:00 – PLANETÁRIO

(Cúpula Carl Sagan: Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea, fone 2088-0536)

ORQUESTRA BACHIANA BRASILEIRA – MAESTRO RICARDO ROCHA – GRÁTIS

Este concerto com a Orquestra Bachiana Brasileira sob a condução do Maestro Ricardo Rocha executará um programa que focaliza a transfiguração musical no século XX, com obras de Arnold Schönberg, Igor Stravinsky e Arvo Pärt.

A entrada é franca, mas garanta sua reserva enviando um EM para [email protected] (Assunto: Concerto do dia 18 de maio) até as 12 horas do dia 18 de maio e retire seu ingresso na Recepção até meia hora antes do concerto, após o que as reservas serão abertas. A lista de entrada para os que não fizerem reserva será organizada na Recepção 45 minutos antes do início do evento até completar a lotação da Cúpula Carl Sagan (260 lugares).

O estacionamento do Planetário é gratuito e estará disponível dentro de sua capacidade limitada. Os estacionamentos do Trade Center e do Shopping da Gávea, na Rua Marquês de São Vicente, são boa s opções. Não obstante, a área é servida por farto transporte público.

O concerto dura cerca de duas horas, incluindo a contextualização das obras pelo Maestro. Um ótimo Concerto é o que lhes deseja a direção do Planetário do Rio de Janeiro, da AMAGÁVEA, da AMAJB, da Sociedade Musical Bachiana Brasileira e da AAJB, através de seu Conselheiro Nelson de Franco.

Sobre a Orquestra

Foi fundada em1993 sob a direção Maestro Ricardo Rocha. Seus concertos foram selecionados pelojornal O Globo entre os dez melhores de 2007, 2008 e 2011, tendo recebido em 2009 o prêmio mais importante do Governo do Estado do RJ em Música Erudita.

Ricardo Rocha possui os títulos de Kapellmeister (pós-graduação em ópera e concertos sinfônicos na Alemanha), o de Mestre e Bacharel em Regência pela UFRJ, e o de Piano na E.M. Villa-Lobos. É autor dos livros Regência, uma arte complexa (2004), e As Nove Sinfonias de Beethoven – uma Análise Estrutural (2013). Professor da pós-graduação da Faculdade de São Bento e do Conservatório Brasileiro de Música .

Nikolay Sapoundjiev nasceu na Bulgár ia. Começou os seus estudos de violino aos 6 anos e graduou-se na Academia Nacional de Música Pancho Vladuiguerov em Sófia. Em 1997, aos 2 0 anos, iniciou a sua carreira no Brasil na Amazonas Filarmônica e em 2005 assumiu o posto de spalla da Orquestra de Câmara do Amazonas. Desde 2010, é violinista da Orquestra Sinfônica Brasileira. Integra ainda o grupo Corda, especializado na música de Astor Piazzolla, o Quarteto Françaix e a Orquestra Bachiana Brasileira.

Eis o programa detalhado:

Duração Musical: 52’

  1. ARNOLD SCHÖNBERG (1874-1951), NOITE TRANSFIGURADA (VERKLÄRTE NACHT), 1899, 29’
  2. IGOR STRAVINSKY (1882-1971), CONCERTO EM RÉ, 1946, 13:20
    i) Vivace, 6:50; ii) Arioso: Andantino, 2:50; iii) Rondo: Allegro, 3:40
  3. ARVO PÄRT (1935), FRATRES, 1977-1991, 9:40

Nota: O próximo concerto da Série será no sábado 3 de junho, às 16:00, com a Camerata da Providência sob regência do Maestro e compositor Anderson Alves.

Atenciosamente,

Diretoria Amagávea