46º Vídeo-concerto Música Clássica nas Estrelas

Logo Concerto copy

Sábado, 23 de Abril, às 16:00h

DE VIVALDI A UM INSPIRADO ROMANTISMO: CHOPIN, BEETHOVEN, DVORAK, O BRASILEIRISMO DE NEPOMUCENO. COREOGRAFIA DE WELCH. LANG LANG.

NOTA IMPORTANTE: A cravista Rosana Lanzelotte estará presente ao VC para fazer uma apresentação das obras de Vivaldi, como intérprete, e de Nepomuceno, como produtora do espetáculo sobre o compositor, e estará à disposição da plateia para responder às perguntas de seu interesse. Aproveitem essa oportunidade ímpar, dado o notável conhecimento musical de Rosana, seu empreendedorismo e sua reconhecida capacidade de exposição. 

Amigas e Amigos da Música de Concerto,

É com grande prazer que vimos convidá-los para o terceiro vídeo-concerto do ano de 2016, o 46º da Série Música Clássica nas Estrelas, no sábado 23 de abril às 16 horas no Auditório do Planetário (Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea, fone 2274-0046).

O Vídeo- Concerto consiste na projeção de mídias audiovisuais especiais de alta qualidade, com comentários que contextualizam as composições de música de concerto, seus compositores e intérpretes. Este VC apresentará um programa variado, com balé e música com compositores, períodos e formas musicais diversas, propiciando uma memorável viagem do barroco de Vivaldi a expoentes do Romantismo (Chopin, Beethoven, Dvorak) com destaque para o brasileirismo de Nepomuceno, através de um recorte do espetáculo Bela Música, Bela Época, que homenageou seus 150 anos de nascimento. O balé estará a cargo dos bailarinos do Houston Ballet, com uma envolvente coreografia de Welch sobre balada de Chopin, com Lang Lang ao piano em pleno palco. Outros intérpretes de primeira plana incluem a cravista Rosana Lanzelotte (que fará a apresentação e dialogará com a plateia), os violoncelistas Antonio Menezes e David Chew, os violinistas Kolja Blacher e Ivan Zenaty, a soprano Rosana Lamosa, e as orquestras Petrobrás Sinfônica, sob regência de Felipe Prazeres, e a Prague Symphony com o Maestro Belohlavek.

O Auditório renovado oferece mais conforto e qualidade visual e sonora para levar-lhes um programa de elevado entretenimento cultural. Um aparelho de ar-condicionado dedicado exclusivamente ao Auditório propiciará temperatura amena, independentemente da temperatura externa. Não obstante, se a temperatura eventualmente estiver fora da zona de conforto, favor avisar prontamente ao apresentador.

Não adquira ingresso na Bilheteria; entre diretamente no prédio e proceda à entrada do Auditório, no 2º piso (a Recepção estará à disposição para orientar os que não conhecem o Planetário), onde representante da AMAGÁVEA estará, pelo menos meia hora antes do VC, organizando a lista de entrada e distribuindo senhas para o habitual sorteio do DVD oferecido pela Produção.  Estamos às ordens para fazer uma reserva em seu nome: por favor, mande um EM para [email protected] (assunto: VC de 23/04 no Planetário) ou se comunique com Nelson de Franco nos fones 2274-9972 ou 99676-3040. Se V., por acaso, esquecer de fazer a reserva, não deixe de comparecer por essa razão, pois o Auditório com suas 100 cadeiras tem capacidade suficiente para acomodar confortavelmente a costumeira plateia dos VCs.

O estacionamento do Planetário é gratuito e estará disponível dentro de sua capacidade limitada. Os estacionamentos do Trade Center e do Shopping da Gávea, na Rua Marquês de São Vicente, são boas opções. Não obstante, a área é servida por farto transporte público.

Eis o programa detalhado:

  1. Antonio Vivaldi (1678-1741), Sonata para dois violoncelos, Nº 3, em Lá Menor, RV 43, cerca 1730, 15:12.
    i) Largo, 4:22; ii) Allegro, 3:22; iii) Largo, 4:30; iv) Allegro, 2:58.
    Antonio Menezes e David Chew, violoncelos; Rosana Lanzelotte, cravo; Igreja de Nossa Senhora de Bonsucesso, abril de 2008, DVD Antonio Vivaldi, Cello Sonatas, 2014.
  1. Alberto Nepomuceno (1864-1920), 39:15
    2.1 Apresentação e diálogo com a plateia: Rosana Lanzellotte, 20:00.2.2 Roteiro musical, 19:15: i) Mateus Solano, 1:14; ii) Medroso de Amor, poema de Juvenal Galeno (1894), Rosana Lamosa,1:35; iii) Serenata para Cordas (1902), 4:40; iv) Mateus Solano, 1:32; v) O Garatuja – Prelúdio (1904), 9:12; vi) Batuque (1891), 3:48Orquestra Petrobrás Sinfônica, Felipe Prazeres, regência; Rosana Lamosa, soprano; Mateus Solano, narrador. Baseado no espetáculo Bela Música, Bela Época, Homenagem a Alberto Nepomuceno e Glauco Velasquez, Espaço Tom Jobim, 03 setembro 2014, DVD Bela Música, Bela Época, V Circuito BNDES, Musica Brasilis (não comercial, gentileza Rosana Lanzelotte).
  1. Frédéric Chopin (1810-1849), 19:36
    3.1 Scherzo, nº 3 em Dó Sustenido Menor, Opus 39, 1839, 7:17
    Lang Lang, piano, Concerto Live in Versailles (Hall of Mirrors), 22 junho 2015, CD/DVD Lang Lang in Paris, Chopin/Tchiakovsky, 20153.2 Houston Ballet, Coreografia Stanton Welch com direção artística e piano de Lang Lang, 2013, Balada. Nº 4 em Fá Menor, Opus 52, 1842, rev 1843, 12:19
    Jessica Collado, Ian Casady e Brian Waldrep, com Allison Miller, Connor Walsh e corpo de baile do Houston Ballet.Sons de l’âme, Theâtre des Champs Élysées, Paris, 4 novembro 2013, DVD Lang Lang/The Chopin Dance Project, 2015.
  1. Ludwig van Beethoven (1770-1827), Romance for violin and orchestra Nº 2 em Fá Maior, Opus 50, 1798, 8:19.
    Kolja Blacher, violino, Berliner Philharmoniker, Maestro Claudio Abbado, Teatro Mariinsky, São Petersburgo, DVD Europakonzert 1996.
  1. Antonin Dvorák (1841-1904), 21:53
    5.1 Romance for Violin and Orchestra,Opus 11, 1879, 14:46. Ivan Zenaty, violino.5.2 Slavonic Dances (Second Series), Nº 2, Opus 72, Allegretto Grazioso, 1886,Prague Symphony Orchestra, Maestro Jiri Belohlavek, Alte Oper Frankfurt, 1993, DVD The Dvorak Cycle, Volume 1.

O vídeo-concerto dura cerca de 2 ½ horas, incluindo as apresentações das obras e o intervalo de 10 minutos.

Sua presença é sumamente importante para que possamos justificar este projeto e fazê-lo autossustentável. Um ótimo Concerto é o que lhes deseja a direção do Planetário do Rio de Janeiro, da AMAGÁVEA, da AMAJB, da Sociedade Bachiana Brasileira e da AAJB, através de seu Conselheiro Nelson de Franco.

Atenciosamente,

Diretoria Amagávea