Aos Candidatos à Prefeito do Rio de Janeiro

A Amagávea, representante dos moradores da Gávea, em protesto contra a autorização dada pela Prefeitura para construção de mais uma escola na Major Rubens Vaz 441, vem buscar o compromisso dos candidatos a Prefeito, para que seja reavaliado o processo de licenciamento, elaborado sem a anuência dos moradores manifestado em abaixo assinado.

No processo de licenciamento da obra, a VI Região Administrativa da Gávea emitiu parecer contrário à instalação da referida escola, permitindo apenas reforma residencial, por reconhecer como caótico o trânsito na Major Rubens Vaz e arredores, devido à existência de 3 escolas particulares, quartel do Corpo de Bombeiros e Delegacia de Polícia, além de 2 escolas Públicas na Praça Santos Dumont, que já sofrem atualmente com a dificuldade de acesso, além de atentar para artigo 436 da lei Orgânica do Município que defende o direito de vizinhança.

A posterior alteração da licença para uso comercial, soa como incoerente, pois teve como base laudo de trânsito realizado em janeiro, mês de férias escolares, que não reflete o caos viário dos outros meses do ano quando todas as escolas da rua estão em funcionamento. Estranhamos ainda, o fato de nossos pedidos de reunião não terem sido atendidos tanto na Secretaria de Urbanismo como na CET-RIO.

Acreditando que nossa demanda será avaliada, na certeza que o nosso movimento é democrático que prioriza a transparência, a lisura e o direito de sermos ouvidos. Fazemos votos para que a nova Administração estimule os segmentos representativos, bem como a participação popular.

Atenciosamente,
Rene Hasenclever, Presidente da Amagávea