1º Concerto de Música de Câmara

1º CONCERTO DE MÚSICA DE CÂMARA: 15 DE DEZEMBRO, 5ª FEIRA, 20:00 NO PLANETÁRIO
(Cúpula Carl Sagan: Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea, fone 2088-0536)

AO VIVO COM A ORQUESTRA E CORO DA CIA. BACHIANA BRASILEIRA – GRÁTIS

Este é o nosso Concerto de Natal, com entrada gratuita, e que será ao vivo com orquestra, coro e solistas da Companhia Bachiana Brasileira, sob direção e regência do Maestro Ricardo Rocha, apresentando duas peças de Johann Sebastian Bach (Cantata BWV 4, Christ lag in Todesbanden (Cristo estava preso à morte), para coro e orquestra, e Concerto para dois violinos, BWV 1043, em Ré menor, com as solistas Andréa Moniz e Priscila Ratto) e a obra de John Rutter Gloria, para coro, metais e percussão .

Embora a entrada seja grátis, retire seu ingresso na Bilheteria (para permitir controle da frequência), a partir das 19:00, entre diretamente no prédio, onde a Recepção estará à disposição para orientar os que não conhecem o Planetário até a entrada da Grande Cúpula Carl Sagan. Estamos às ordens para fazer uma reserva em seu nome: por favor, mande um EM para [email protected] (assunto: Concerto de 15.12 no Planetário) ou se comunique com Nelson de Franco nos fones 2274-9972 ou 99676-3040. Se V., por acaso, esquecer de fazer a reserva, não deixe de comparecer por essa razão, pois a Cúpula tem capacidade para 240 pessoas e v. poderá garantir seu ingresso na Bilheteria, em tempo hábil.

O estacionamento do Planetário é gratuito e estará disponível dentro de sua capacidade limitada. Os estacionamentos do Trade Center e do Shopping da Gávea, na Rua Marquês de São Vicente, são boas opções. Não obstante, a área é servida por farto transporte público.

O concerto dura cerca de duas horas, incluindo a contextualização das obras pelo Maestro.

Eis o programa detalhado:

Duração Musical: 54”

1. Johann Sebastian Bach (1685-1750), Cantata BWV 4 Christ lag in Todesbanden (Cristo estava preso à morte), para coro e orquestra, Mi Menor, 1707 (rev. 1724 e 1725), 1ª publicação 1851, Libreto Martin Luther (1483–1546), 19:52.
1.1 Sinfonia, cordas e contínuo, 1:04
1.2 Verso I: Christ lag in Todes Banden, (contralto, tenor, baixo e vozes cantam em contraponto livre, enquanto que o cantus firmus é cantado pela soprano em adornos e notas longas), 4:13
1.3 Verso II: Den Tod niemand zwingen kunnt, (Ninguém pode vencer a morte), soprano, contralto e contínuo. 3:52
1.4 Verso III: Jesus Christus, Gottes Sohn (Jesus Cristo, Filho de Deus), tenor e continuo com 2 violinos obligatti, 2:03
1.5 Verso IV: Es war ein wunderlicher Krieg (Foi uma guerra maravilhosa), soprano, contralto, tenor, baixo e continuo, 2:18
1.6 Verso V: Hier ist das rechte Osterlamm (Este é o verdadeiro Cordeiro pascal), baixo, cordas e contínuo, 3:05
1.7 Verso VI: So feiern wir das hohe Fest (Então, nós celebramos a grande festa), soprano, tenor e contínuo, 1:09
1.8 Verso VII: Wir essen und leben wohl (Nós comemos e vivemos bem), Coral cantado e tocado por todo o conjunto, 2:08

2. Johann Sebastian Bach (1685-1750), Concerto para dois violinos em Ré memor, BWV 1043, 1717-1723, 15:08.
i) Vivace, 3:54; ii) Largo ma non tanto, 6:19; iii) Allegro, 4:55.
Solistas: Andréa Moniz e Priscila Ratto.

3. John Rutter (1945), Gloria para coro, metais e percussão, 1974, 18:55.
i) Gloria in excelsis Deo (Allegro vivace), 4:46; ii) Domine Deus (Andante), 7:05; iii) Quoniam Tu solus sanctus (Vivace e ritmico), 7:04.

Atenciosamente,

Diretoria Amagávea